domingo, 3 de fevereiro de 2013

Substitua os petiscos da praia por pratos saudáveis!!!!!!!!!!!!!!!!


Passar o dia inteiro na praia pode ser uma delícia, mas nos preocupamos tanto com a diversão e o descanso que a alimentação acaba sendo deixada de lado. Quando a fome aperta, a primeira ocorrência é o vendedor ambulante, com o isopor cheio de alimentos que, além de calóricos, podem causar um prejuízo danado à sua saúde. "Os petiscos vendidos na praia podem oferecer risco à saúde, principalmente os que são feitos sem higiene", afirma a nutricionista Gabriela Marcelino, da Congelados da Sônia, no Rio de Janeiro. 

Ela conta que alimentos à base de proteínas, por exemplo, precisam permanecer em uma temperatura adequada para não estragar. "Na praia, é legal você levar algo de casa, preparado com higiene e conservado na geladeira até a hora de sair. Para transportar, deve-se levar tudo dentro de uma bolsa isotérmica", aconselha a nutricionista. Confira as substituições mais saudáveis para os famosos petiscos de praia.  



1. Queijo coalho 

Esse tipo de queijo, além de ser calórico, deve ser mantido em temperatura de refrigeração - o que, na praia, fica difícil. "Cada 100g dele contém 343 kcal. Mas não é só a caloria que preocupa nesse petisco, a quantidade de sódio também é alta", diz a nutricionista Gabriela Marcelino. 

2. Substitua por: queijos pasteurizados.

Aproveite a sua bolsa térmica para carregar consigo queijos pasteurizados UHT, aqueles vendidos em embalagens individuais. "Além de práticos, não necessitam refrigeração e contêm menos sódio", diz Gabriela.  



1. Camarão frito 

Para a nutricionista Gabriela, essa opção é permitida com cautela, e desde que comprada em um quiosque de confiança, onde é possível vê-lo sendo preparado. Segundo a tabela da USDA, 100g desse alimento conta com 308 kcal. Mas o problema maior é a fritura. "O camarão frito é prejudicial por possuir muita gordura saturada, que aumenta o risco de doenças cardiovasculares", afirma a nutricionista Paula Castilho, da Sabor Integral Consultoria em Nutrição, em São Paulo. 

2. Substitua por: Camarão no bafo.

"Se você já é frequentador assíduo e conhece o dono do quiosque, peça a ele que faça a sua porção no 'bafo' da frigideira, sem adição de óleo, assim a caloria diminuirá", aconselha Gabriela. Se não for possível, Paula dá a dica: "Coloque um guardanapo de papel em cima do prato que vai servir o camarão, assim ele absorverá um pouco da gordura da fritura".  



1. Sorvete de massa 

Ele refresca, mas pode ser bem calórico. Uma bola (60 g) de sorvete napolitano, por exemplo, tem 108 kcal, dependendo do fabricante. "O sorvete de massa tem um acúmulo muito grande de gordura saturada e trans, já que seus principais ingredientes são derivados do leite", justifica Paula Castilho. 

2. Substitua por: Picolé de frutas. 

O picolé é uma boa opção para refrescar sem acumular muitas calorias no cardápio. "Um picolé de abacaxi de 60 g, por exemplo, possui 64 kcal e nenhum tipo de gordura", afirma a nutricionista Gabriela Marcelino.  



1. Pastel frito 

O pastel deve ser evitado, assim como coxinhas, risoles e similares. ?Como toda fritura, eles têm calorias altas e nem sempre a qualidade do óleo utilizado é boa", afirma Gabriela Marcelino. Um pastel de carne com 50 g tem, em média, 165 kcal, e um pastel de queijo com o mesmo peso, 170 kcal. 

2. Substitua por: salgados assados 

Se, pra você, o salgado é uma maneira prática de se alimentar na praia, que tal dar preferência aos tipos assados, como um quibe ou esfiha? Eles não têm adição de óleo e, segundo a nutricionista Paula, contam com, aproximadamente, 80 kcal por unidade.  



1. Amendoim 

Por si só, ele não é um alimento perigoso, já que se trata de uma oleaginosa - grupo alimentar conhecido pelos benefícios ao coração. O problema está no excesso, seja na quantidade ou no sal adicionado. ?Um 'canudo' daqueles vendidos na praia contém 208 kcal. Por conta da quantidade de sal adicionado nele, não é recomendado o consumo de grandes quantidades", diz Gabriela Marcelino. 

2. Substitua por: Petiscos desidratados 

Juntar uma porção de alimentos desidratados e carregar consigo na praia é uma solução prática, gostosa e saudável. "Você mesmo poderá fazer o seu petisco. Use frutas desidratadas - como maçã, abacaxi, - soja torrada, castanha de caju sem sal, ameixa e damasco. Misture, e coloque em saquinhos", ensina a nutricionista. 



1. Milho verde com manteiga 

Assim como o amendoim, não é o milho sozinho que causará danos à dieta e à saúde. Além do sal, a manteiga pode ser a vilã da dieta e da saúde, pois acrescenta muitas calorias e gorduras, o que não é nada bom para o coração. "Para cada colher de sopa de manteiga adicionada, são mais 245 kcal na espiga de milho", alerta Gabriela. 

2. Substitua por: Milho sem manteiga 

A adaptação é simples: basta tirar a manteiga do preparo. Somente a espiga, que rende uma boa refeição e apresenta 130 kcal. 



1. Batata frita 

A batata frita é uma bomba de calorias. "Para cada porção de 200g de batata frita, são 548 kcal a mais no seu dia", alerta Gabriela. 

2. Substitua por: Palitos de legumes ou batata assada 

O conselho da nutricionista Paula Castilho é substituir essa bomba calórica por palitinhos de legumes, como pepino, cenoura e brócolis - 100 g deste petisco têm apenas 55 kcal. Agora, se pintar aquela vontade de comer batatas, opte pela versão assada, 100 g equivalem a 198 kcal.  



1. Salgadinho industrializado 

Muito popular entre as crianças, os salgadinhos industrializados são petiscos que ameaçam a boa forma e a saúde. "Eles devem ser evitados, por serem alimentos com calorias vazias, ou seja, não ofertam nutrientes ao organismo, possuem muito sódio e não matam a fome por muito tempo", diz Gabriela. As calorias desses salgadinhos variam entre 200 e 500 kcal a cada 100 g. 

2. Substitua por: Salgadinhos de soja 

As crianças podem até fazer cara feia, mas esse salgadinho também é saboroso. Os benefícios da soja são conhecidos: ameniza os sintomas da menopausa, faz bem ao coração, melhora as funções cognitivas e por aí vai. Além disso, o petisco é pouco calórico, tem apenas 90 kcal a cada 100 g, segundo Paula Castilho.  


beijos

Carol Foltran
Postar um comentário