quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Saiba como evitar aparecimento e amenizar efeitos de cravos e acne!!!!!!!!!!!!!!!

Acne é uma doença comum da pele que provoca espinhas quando os folículos pilosos, que se encontram sob a pele, se tornam obstruídos. A maioria das espinhas aparece na face, pescoço, costas, peito e ombros. Pessoas de todas as raças e todas as idades podem ter acne, entretanto ela é mais comum em adolescentes e adultos jovens. Segundo o National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases (Instituto nacional de artrite e doenças osteomusculares e de pele norte-americano) calcula-se que 80% das pessoas entre 11 e 30 anos tenham espinhas em algum momento. Ainda assim, outras começam a apresentá-las após os 40 ou 50 anos. Acne não é grave, mas pode deixar cicatrizes


Ninguém sabe exatamente o que provoca esta lesão. É provável que as alterações hormonais, tais como aquelas que ocorrem durante a adolescência ou a gravidez, têm alguma ligação com sua incidência, mas ainda existem muitos mitos sobre as causas da acne. O histórico familiar, por exemplo, pode ter relação com o aparecimento de espinhas ou não. Se a sua mãe ou seu pai tinham muitos problemas com acne, provavelmente você pode ter também. "Entretanto, o fator genético não é determinante", explica o dermatologista do Hospital Albert Einstein, Mário Grinblat. 

O sistema imunológico também desempenha um papel. Algumas pessoas são sensíveis às bactérias que ficam presas no interior do folículo piloso, sendo mais propensas à inflamação que causa a espinha. Na maioria das pessoas a acne tende a desaparecer até os 25 anos, mas isso pode continuar por muito tempo na vida adulta. "Casos de lesões na terceira idade são cada vez mais comuns e refletem o caos da vida moderna: estresse e preocupação aumentam a secreção sebácea de qualquer indivíduo", completa. 



Portanto, o estresse não causa acne, mas pode piorá-la. Outros motivos que muitas vezes podem piorar o quadro são: uso de maquiagem ou protetor solar oleoso, óleo bronzeador e produtos para o cabelo sem enxágue, alterações hormonais durante a menstruação, contraceptivos orais e alguns medicamentos, além de espremer ou molestar as erupções na pele e esfregá-las com força. 

Com frequência se culpa o chocolate e alimentos gordurosos, mas na maioria dos casos há pouca evidência de que a comida tenha algum efeito sobre a acne. Outra crença comum é a de que a pele suja pode favorecer o aparecimento de lesões, mas saiba que cravos e espinhas não são causados pela sujeira. Abaixo estão algumas maneiras de cuidar da pele e conviver com a acne numa boa: 

- Lave a pele suavemente e sem exagero 
Ainda que ajude a remover impurezas como o pó e a oleosidade dos poros, lavar o rosto em excesso pode levar à secura e irritação, ocasionando mais erupções. É aconselhável que você evite esfregar a pele do seu rosto, pois isso pode irritar a pele. Como regra geral, lavar o rosto duas vezes ao dia com sabão neutro e exercícios na água em um movimento circular e enxugue quando você está feito.  



- Evite tocar sua pele 
Espremer uma espinha pode aparentar que tenha desaparecido temporariamente, no entanto, removê-la pode fazê-la ficar por mais tempo. Quando você aperta e tenta extrair uma espinha, pode estar empurrando ainda mais profundamente as bactérias para dentro da pele, causando inchaço e irritação e cicatrizes vermelhas ou marrons. 

- Faça a barba com cuidado 
Se você usa lâmina, certifique-se de que é afiada e não está enferrujada. Lave o rosto com água e sabão antes de colocar o creme de barbear, isso vai ajudar a amaciar a barba. Raspe suavemente e somente quando necessário; 

- Evite ficar no sol 
Muitas medicações para acne podem causar queimaduras em algumas pessoas. Estar ao sol por muito tempo pode causar rugas e aumentar o risco de câncer de pele. Embora um bronzeado possa, temporariamente, mascarar as espinhas, o sol pode causar ressecamento e irritação da pele resultando em sucessivos surtos de acne no futuro; 

- Lave o cabelo regularmente 
Se você tem cabelos oleosos, deve lavá-los todos os dias. 


beijos
Carol Foltran

Postar um comentário