quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Estrogênio Ambiental: O Hormônio que Te Faz Engordar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


estrogênio, todo mundo sabe, é um hormônio produzido naturalmente pelo organismo da mulher, mas não é desse estrogênio que estamos falando, e sim do estrogênio encontrado em produtos químicos, produtos de limpeza, adubo, pílulas anticoncepcionais e cosméticos.
Não, você não leu errado, é exatamente isso: alguns produtos de uso diário contém substâncias parecidas com o estrogênio produzido pela mulher,  o que, dentre outras coisas, dificulta a perda de peso e engorda!
Estudos publicados relatam que estamos expostos a 15 vezes mais estrogênio do que estávamos a um século atrás, o que provoca o acumulo de gordura, uma maior sensação de fome e a consequente dificuldade de emagrecer.
No meio de tanta notícia ruim, tem duas boas: existem meios de evitar e de combater os efeitos desse estrogênio!
Vamos Conferir?

Como evitar o estrogênio ambiental?

Minimizar o contato é a melhor forma de evitar o estrogênio ambiental, e para isso algumas medidas são essenciais.
Para quem usa microondas, o ideal é NUNCA esquentar o alimento  em potes e vasilhas plásticas, pois  tentes comprovaram que, ao esquentar recipientes plásticos, substâncias de ação estrogênicas são liberadas, o que leva a contaminação dos alimentos.
Evitem usar utensílios de plástico no preparo de alimentos quentes, pelos mesmos motivos relatados acima.
Reduza o consumo de alimentos enlatados.
Prefira alimentos orgânicos, livres de adubos de ação estrogênica.

Como combater o estrogênio ambiental?

Os efeitos do estrogênio ambiental podem ser combatidos com a ingestão de determinados alimentos que auxiliam no funcionamento do fígado, órgão responsável pelo metabolismo de gordura e do estrogênio.
A linhaça e os peixes fontes de ômega 3 neutralizam o hormônio presente nas demais gorduras e devem ser consumidos constantemente.
O chá de camomila e o de maracujá contém crisina e apigenina, que reduzem a ação do estrogênio no organismo.
O repolho, a couve-flor e o brócolis são ricas em idol, que ajuda o organismo a metabolizar o estrogênio.
O açafrão e o curry são excelentes, já que a curcumina inibe os efeitos do estrogênio.
Alimentos que estimulam a produção da progesterona são sempre bem vindos, pois esse hormônio neutraliza os efeitos do estrogênio.

beijos

Carol Foltran

Postar um comentário