sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Menos gordura, mais saúde!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Reduzir a quantidade de gorduras das refeições é importante não somente para quem está de dieta e busca a perda de peso, mas para todos que desejam uma alimentação saudável e equilibrada. As gorduras do tipo saturada e colesterol, presentes em alimentos de origem animal estão relacionadas ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares e por isso devem ser consumidas com moderação. Muitas vezes não é preciso excluir os alimentos de preferência, basta trocá-los por suas versões com redução no teor de gorduras. 

Confira pequenas trocas que irão reduzir a quantidade de gordura de suas refeições e assim tornar sua alimentação muito mais saudável!

Descarte a gordura aparente das carnes e a pele das aves, desta forma você reduz a quantidade de colesterol e gordura saturada consumida, você pode até preparar os alimentos com essas partes, mas no momento que colocá-los no prato é recomendado abrir mão deles. 

Troque a manteiga ou a banha das receitas pelo óleo vegetal. Os óleos vegetais são ricos em gorduras boas do tipo mono e poliinsaturadas, no entanto ainda são gorduras por isso fique atento a quantidade adicionada. 

Se bater aquela vontade de comer uma macarronada prefira prepará-la como a versão tradicional de macarrão. O macarrão instantâneo contém alto teor de gorduras em sua massa, pois passa pelo processo de fritura durante sua fabricação. O macarrão tradicional demora mais tempo para cozinhar, no entanto é mais saudável. 

Prefira o grelhado ao invés do empanado. Ao mergulhar o empanado no óleo para a fritura, o alimento absorve grande quantidade de gordura o que aumenta consideravelmente o valor calórico da preparação. Como o grelhado dispensa a adição de gordura o valor calórico é menor. Mas se você desejar consumir um empanado, então considere prepará-lo ao forno, assim não é necessário fritar em gordura. 

Os doces são também fontes de gorduras, por isso é bom ficar de olho nesse grupo de alimentos. Que o chocolate é um alimento saboroso e calórico isso todos sabem, mas não é preciso abolir essa delicia da alimentação. Chocolates meio amargo possuem menos gorduras que os demais tipos e podem facilmente fazer parte das sobremesas. Além disso, quanto maior o teor de cacau do produto maior a quantidade de antioxidantes, substâncias que atuam na prevenção do envelhecimento precoce da pele. Evitar consumir em excesso o chocolate branco e ao leite também é importante, pois em ambos há grandes concentrações de açúcar e manteiga de cacau. O chocolate Diet é indicado em casos de diabetes, pois neste produto o açúcar foi retirado, mas isso não quer dizer que ele está liberado. Para compensar a retirada do açúcar e não prejudicar o sabor, o produto recebe um acréscimo de gordura. 

Por falar em doces, já pensou em substituir os biscoitos recheados por cookies? O recheio dos biscoitos contém gordura vegetal hidrogenada, o que pode aumentar o risco da presença de temida gordura trans, também associada ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. As versões de cookies disponíveis no mercado são preparadas com farinha integral, extrato de soja, castanhas, nozes ou frutas secas. Esses ingredientes deixam os cookies mais nutritivos, uma vez que trazem ao produto importantes nutrientes como fibras, vitaminas e minerais. 

Alimentos de origem animal como leite e derivados também merecem atenção. Substituir o leite integral ou iogurte pelas opções desnatadas ou light são outras boas alternativas de reduzir o consumo de gorduras. Lembre-se estes alimentos estão diariamente em sua mesa, por isso é bom controlar a quantidade de gorduras consumidas com eles. 

Queijos amarelados como prato, cheddar, mussarela, parmesão e provolone contém maiores teores de gorduras quando comparados aos queijos minas frescal, ricota e cottage. Substituir os queijos amarelados pelos brancos durante o preparo dos lanches ou ainda torna as preparações mais saudáveis. Até o requeijão do café da manhã pode dar lugar a versão light ou ao creme de ricota ou cottage temperado com ervas. 

Viu só como reduzir o teor de gordura da alimentação não é uma tarefa impossível? Aproveite as dicas e traga mais saúde para sua alimentação! 

beijos


Carol Foltran
Postar um comentário