sábado, 29 de setembro de 2012

Aceitação e Mudança!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Quantas vezes reclamamos do rumo que nossa vida está levando, do trabalho que não satisfaz, do relacionamento que não está mais tão bom, dos conflitos com a família… Sim, reclamamos muito né? É mais fácil reclamar e encontrar culpados externos do que olharmos para nós e aceitar nossa parcela de responsabilidade pelo que tem acontecido. Se estamos insatisfeitas, por que não mudamos? Por que insistimos em manter as coisas como estão, por pior que estejam?


Isso acontece por causa do medo, da falta de confiança em si mesmo e da recusa em aceitar a vida como ela é. Todos nós temos o poder de mudar, de tomar as rédeas da nossa própria vida, de assumir quem somos e o que queremos. Conduzir a própria vida é cultivar nossa autoestima, é estar em equilíbrio e em harmonia consigo, é conhecer a si mesmo e estar sempre em busca do seu melhor.


Saia do papel de vítima


Sempre que as coisas dão errado, a primeira coisa que fazemos é nos fazer de vítimas, é encontrar razões externas e justificativas para encobrir nossas falhas. Mas por que encobrir nossas imperfeições? Quem nesse mundo é perfeito? NINGUÉM!

Se fazer de vítima é negar que somos humanos, então precisamos aprender a nos responsabilizar pelo que acontece conosco, não no sentido de nos culparmos, mas no sentido de compreender que existem soluções, que podemos aprender e não cometer mais os mesmos erros, que podemos evoluir.

Compreendendo isso, passamos a aceitar a vida como ela é e aprendemos a nos armarmos contra nossas próprias resistências, nossos medos, inseguranças e angústias; aprendemos a lidar com conceitos interiorizados sem qualquer reflexão e que interferem em nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos.

Aceite as coisas como elas são


Aceitar não significa acomodar. Aceitar não é aprovar, não é estar feliz com os acontecimentos, não é baixar a cabeça como se estivesse derrotado. Aceitar não pode ser confundido com passividade, com desânimo, falta de interesse, estagnar, paralisar. Aceitar é, na verdade, compreender que as mudanças são inevitáveis e que, por isso, devemos estar sempre com a mente aberta, para enxergarmos as soluções, as possibilidades, as inúmeras formas de perceber e agir diante das situações.

Quando eu aceito que mudar faz parte da vida, e que é assim mesmo, que é inevitável, me torno mais forte e mais preparada para lidar com o que quer que venha a acontecer. Consigo compreender que eu tenho poder para transformar e tirar o melhor aprendizado da vida, que o poder de tomar a melhor decisão possível é meu.

Se fechamos nossos olhos para a realidade, deixamos de tomar decisões de forma consciente. Ou seja, a aceitação nos dá a oportunidade de refletirmos sobre as mudanças que estão e estarão acontecendo, nos dando vantagem na hora de tomar decisões e escolher o melhor caminho para nós.

Então, precisamos aceitar que a vida é feita de mudanças e transformações, só assim estaremos prontos para evoluir e encontrar soluções duradouras para nossos dilemas.

Coloquei este texto para as pessoas poderem se entenderem pensar em si, que no momento que decide mudar seu corpo, seja por não gostar dele, por não estar feliz pelo motivo que for, tem que aceitar a mudança a dificuldade e como ela sempre estará em nossas vidas.


beijos

Carol Foltran

Postar um comentário